18 de dezembro de 2009

O Silêncio é de Ouro


Falam nas minhas costas coisas que eu não vou saber
Escondem dos meus olhos livros que eu não posso ler
Quanto segredo ao pé do ouvido o vento leva pelo ar?
Pássaro ferido que não pode mais voar
Cartas, cartões, postais,recados
vem de longe para me dizer
que hoje em dia o silêncio é de ouro

Como serão as terras que eu não posso visitar?
Devem ter me esquecido amigos que eu não possso ver
Longe de mim o canto que eu precisava tanto escutar
que é da varanda grande de onde eu costumava olhar
um pôr-de-sol brilhante de uma terra boa de viver
Quem levou de mim esse tesouro?

Em cada boca fechada uma caverna silenciosa
onde não vive nada além do segredo
Em cada olho fechado
rola um planeta desorientado
onde não cresce nada além do medo

* Esta letra é uma canção composta pela dupla Sá e Guarabira.

5 comentários:

  1. belissima canção...
    Olhos fechados, bocas caladas,
    olhos que poderiam estar vendo o belo e bocas que poderiam falar de amor...
    Bjos querido e um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Realmente belíssima canção!

    saiba que a admiração é recíproca, pelo teu espaço, pela poesia, pela ternura. É, tem coisas que só esse tal mundo virtual, às vezes tão agradável e real, nos proporciona.

    beijos, ternura e felicidade pelo caminho, sempre!:)

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosa canção...
    São coisas que precisamos saber, sentir, entender...mais o silêncio não deixa...ele nos censura...
    Bjos...

    ResponderExcluir
  4. Olá! Com licença; deixe que me apresente: sou Jeferson, um homem comum que gosta de escrever. Quando tenho um tempo saio vadio em visitas a blogs, seguindo a seta que aparece no auto da pagina inicial (próximo blog>>). Posso afirmar que é uma experiência “deliciante”.
    Quando encontro um blog bem legal eu posto um comentário e deixo o convite para que conheçam o http:jefhcardoso.blogspot.com/ . Pela proposta de seu blog creio que poderá encontrar algo em minha sessão em preto e branco, que data de novembro.

    Parabéns por seu blog e desculpe a intromissão.
    Abraço: Jefhcardoso.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Com licença; deixe que me apresente: sou Jeferson, um homem comum que gosta de escrever. Quando tenho um tempo saio vadio em visitas a blogs, seguindo a seta que aparece no auto da pagina inicial (próximo blog>>). Posso afirmar que é uma experiência “deliciante”.
    Quando encontro um blog bem legal eu posto um comentário e deixo o convite para que conheçam o http:jefhcardoso.blogspot.com/ . Pela proposta de seu blog creio que poderá encontrar algo em minha sessão em preto e branco, que data de novembro.

    Parabéns por seu blog e desculpe a intromissão.
    Abraço: Jefhcardoso.

    ResponderExcluir

Ternura Sempre...